08 December 2006

Dieta neles!

Dois vice-ministros japoneses estão de dieta e resolveram tornar o assunto público com o objetido de conscientizar a população sobre as vantagens de uma vida saudável e os perigos do excesso de peso localizado, principalmente na região da barriga. Para que todos tenham acesso ao desempenho dos dois, o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar publica em um site, toda segunda-feira, fotos dos dois, peso, consumo de bebida alcóolica e atividade física realizada. Eles querem perder entre cinco e seis quilos nos próximo seis meses - uma meta bem razoável. Para ajudar a alcançar a meta, um deles resolveu abandonar os refrigerantes e os lanchinhos tarde da noite. O outro comentou que não tem como voltar atrás, já que as fotos estão sendo publicadas na internet e todos podem checar como eles estão se saindo.

O excesso de peso parece que preocupa mesmo os japoneses, em especial, as japonesas. Eu sempre pensei que, por terem um estilo de vida mais saudável e por serem magrinhos por natureza, o assunto dieta nem passasse pela cabeça deles. Estava enganada. As japonesas adoram chás, shakes e bebidas que ajudem a acelerar o metabolismo ou queimar gordura. Esses produtos lotam prateleiras de supermercados e farmácias.

Até aí, tudo bem. Mas, Paul comentou comigo outro dia que algumas mulheres (ocidentais) comentaram com ele que não é raro verem/ouvirem japonesas vomitando nos banheiros depois das refeições. Confesso que fiquei um pouco chocada. Eles são tão magrinhas!!! Mas, como dizem, em muitos casos, a gordura está na cabeça da pessoa....

3 comments:

Raquel said...

Eu achei o máximo essa atitude dos vice-ministros. O exemplo tem de vir de cima, né?

Anonymous said...

E aí Gisele,

Seguindo o raciocínio da Raquel talvez seja por isso que no Brasil tem tanto ladrão.

Elias

Gisele Scantlebury said...

Raquel, concordo em gênero, número e grau com você. Semprei achei que deveriam ter programas parecidos no Brasil - em especial, destinos aqueles que trabalham em funções onde estar em forma é mais do que questão de estética, como policiais, por exemplo.

Paizão, morri de rir do seu comentário. Não achamos que os brasileiros sigam exemplo de ninguém.. tem hora que penso que a roubalheira, infelizmente, está no sangue. Beijos!