10 March 2007

Fui às compras!

A maioria das estrangeiras, mesmo as que são magrinhas, reclamam o quanto é difícil comprar roupas aqui no Japão. Algumas chegam a importar do país de origem. Outras, esperam até a próxima visita à terra natal para trazer um guarda-roupa novo na bagagem. Isso porque as japonesas são muito magrinhas demais. Já vi peças aqui que parecem do tamanho ideal para crianças ou pré-adolescentes, mas não para mulheres adultas.

Feliz com o fato de que emagreci 8kg desde que cheguei aqui (a custa de muita determinação, dieta balanceada e atividade física - não porque é mais fácil manter uma dieta light aqui no Japão, como eu pensava antes de vir para cá), eu decidi ir às compras. Foi muito mais por necessidade do que por vaidade - as calças que tenho não estão vestindo bem. Fui com o espírito preparado para talvez voltar para casa de mãos abanando - o que evitaria frustrações e o surgimento de um novo trauma.

Procurei a loja de uma rede que existe em outras partes do mundo e que vende padrões um pouco mais ocidentais, digamos assim. Mesmo assim, conheço uma pessoa que é magra e que, nessa loja, o tamanho dela é G. Imaginem só! Bom, tentei comprar uma calça jeans, mas mesmo as maiores não passaram nem pelas batatas da perna. Provei umas de tecido que vestiram até bem, mas não era o que eu estava precisando, por isso não comprei. Não ia comprar só porque couberam, me nego!

Bom, mas posso dizer que não foi tão ruim quanto pensei. Voltei para casa com uma saia jeans (meio curta, mas não é mini), duas blusas e um tênis novo. Sapato, aliás, não é problema para mim aqui. Eu tenho pé pequeno, 36 no Brasil e 23.5cm aqui no Japão. Comprar botas de cano alto é uma outra história porque essas não fecham nas minhas batatas. Coisa de louco!

Mas, estou feliz com o resultado e com o fato de que posso, pelo menos, tentar comprar roupas aqui. O que antes eu achava que seria impossível. Ah! Também consegui comprar pijamas de inverno há um tempo atrás... Salve a diferença!

3 comments:

Anonymous said...

Oi Gisele,

já estava com mais saudades de tú e dos teus comentários.
Tentei ligar para voce no dia 08.03(Dia Internacional da Mulher)para REPETIR o quanto você é especial,mas não conseguí.
Mesmo tardiamente um beijo bem grandão.Não lastimei mais porque o seu dia é todo dia.

Um beijão desse pai ninho de coruja(reunião de várias).

Elias

Gisele Scantlebury said...

Paizão, toda vez que penso em acabar com o blog (por falta de tempo, de criatividade), você deixa uma mensagem como essa. Aí, fica difícil! Você também é muito especial para mim. Te ligo mais tarde (manhã do domingo para você). Beijos!

*Ju* said...

oi Gi, ia deixar um comentario aqui ate esqueci... fiquei com os olhos cheios de agua!!!aiaiaia me deu uma saudade de casa.
Sabe aquele ditado "filho de peixe..." nao e a toa que vc e essa pessoa super especial,
Beijos p/ voce e p/seu paizao coruja
Ju
:)